Semana de Oração pela Unidade Cristã destaca o ecumenismo entre Igrejas Cristãs
14/05/2021 21:15 em Religiosa

A edição de 2021 da Semana de Oração pela Unidade Cristã acontece entre os dias 16 a 23 de Maio, no período de Pentecostes, sendo um momento simbólico para a unidade da Igreja. O tema escolhido para este ano é baseado em João 15:5-9 “Permanecei no meu amor e produzireis muitos frutos”. 

 

Segundo o Pároco da Paróquia Santo Antônio da Lapa, Pe. Elves Perrony é um dos maiores eventos locais, que permite o diálogo entre membros e igrejas cristãs, afinal, o ecumenismo é graça de Deus. O tema em 2021 é importante durante a pandemia, em que cada um é chamado para criar unidade, sem rivalidades, para que haja união por meio da oração.

 

Em se tratando de uma ação ecumênica da Semana de Oração, o Pastor Airton Hermann Loeve da Paróquia Evangélica Confissão Luterana Campos de Lapa destaca a importância de haver respeito mútuo entre as unidades, dando ênfase à oração e a fé para que os fiéis permaneçam firmes durante a pandemia. “É um momento muito especial, diante da nossa sociedade e nosso município”, complementa.

 

“Quando oramos vemos que Deus quer participar juntamente conosco” destaca o Pastor Derick Krücker da Igreja Evangélica Irmãos Menonitas do Núcleo Leiteiro, menciona como é possível orar diante da situação da pandemia, ressalta que Deus está no controle de tudo e que é preciso buscar esperança Nele diante a situações difíceis e de provação, pois, Deus é o alento em todos os momentos.  

 

"Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e será queimado. Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito. Nisso é glorificado meu Pai, para que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos.” “Como o Pai me ama, assim também eu vos amo. Perseverai no meu amor." João 15: 5-9

COMENTÁRIOS