ONG EVA na Lapa ajuda pacientes com câncer a viver melhor
23/06/2020 08:57 em Novidades

O câncer é uma doença avassaladora, chega de repente e muda completamente a vida das pessoas, fazendo com que percam o chão. A ONG Espaço Vida e Amor (EVA) está sendo um alento para muitos e atualmente, atende mais de 70 mulheres cadastradas, que recebem auxílio com psicólogas, assessoria jurídica, alimentação e necessidades básicas.

A ONG EVA (Espaço Vida e Amor) é uma organização sem fins lucrativos que ajuda pacientes com câncer a vivenciar melhor este momento, por meio de ações e informações importantes. Foi fundada em 2017 em Araucária/PR e em Maio de 2020 o projeto também se instalou na Lapa, com a coordenadora geral Janaine Hornung, ela conta que “o objetivo maior é trabalhar a beleza e o empoderamento, junto com a autoestima das mulheres, promovemos ações e projetos, como o “chá das divas”, um bate papo em que mulheres oncológicas podem se expor, trocar experiências, o mesmo acontece com os homens, no “papo de Adão” que envolve os esposos/companheiros e filhos dos pacientes. Acreditamos que toda a família se fragiliza diante de um tratamento tão agressivo, e todos merecem cuidado”, destaca.

Entre as ações que a ONG EVA promove, estão os bazares que na Lapa acontecem na Rua Barão do Rio Branco, nº 1720, Centro, ou também pode ser um apoiador mensal, doando um valor mínimo de R$100,00 por mês (durante 1 ano), em caso de empresas a ONG se compromete em reverter o valor em divulgação nos eventos promovidos.

 

A Coordenadora Geral Janaine Hornung conheceu o projeto, após passar pelo processo de tratamento contra o câncer de Mama. Conheça o relato de vida, uma verdadeira superação:

“ Em Junho de 2018, senti um caroço na minha mama, e logo fui procurar ajuda médica, onde fui diagnosticada com câncer de Mama Birads 5 agressivo. Logo em seguida, corri para fazer o tratamento e junto, veio um turbilhão de pensamento e sentimentos, mas em todo o tempo, meu marido e minha filha (na época com 6 anos) sempre estiveram comigo, e também muitos amigos que me deram apoio, deixando a jornada mais leve.

 

Diante de tudo, comecei a me expor nas redes sociais, iria ficar careca e, meu medo era a reação das pessoas ao me ver na situação, então, comecei a fazer publicações das minhas fotos, sempre acompanhadas de uma mensagem de autoestima, isso foi crescendo até que uma publicação passou de 90 mil compartilhamentos, e cada vez mais eu ia ganhando espaço para poder falar de um tabu, uma doença tão avassaladora. Minhas amigas ajudaram fazendo jantar, bingo, bazar para ajudar nas despesas do tratamento. Mas eu ficava pensando: como ajudar outras pessoas que não recebiam a mesma ajuda que eu? E no meio disso tudo, conheci pelas redes sociais a ONG EVA, vi que o trabalho era fantástico e era isso que a Lapa merecia também. Dessa forma, em Outubro de 2019, fui convidada pela ONG, não sei se por “coincidência ou destino”, para participar do concurso MISS EVA, representando a Lapa, fiquei com o título de 1º Princesa e tive o apoio de várias lojas da cidade que me patrocinaram com looks para usar. O resultado disso tudo, foi uma parceria muito forte com Coordenadora da ONG EVA, Adry Ribeiro e também todo o time da ONG".

 

Sintonize diariamente na FM 95,9 e fique por dentro das principais notícias e informações sobre a região.

 

COMENTÁRIOS