Paraná Rosa aconteceu na Lapa e debateu questões de Outubro Rosa
23/09/2021 09:33 em News

O Paraná Rosa aconteceu nesta quarta-feira (22) na Lapa, para debater ações relacionadas ao Outubro Rosa e prevenção ao câncer de mama. O evento contou com a presença de prefeitos e primeiras-damas dos municípios da Lapa, Contenda, Rio Negro, Campo do Tenente e também da primeira-dama do Estado, Luciana Saito Massa. 

 

“É uma benção estar aqui, ainda mais podendo ajudar o próximo, vim em busca hoje de multiplicadores que façam esse trabalho lá na ponta, para mulheres que realmente precisam ser assistidas, volto a dizer, que a gente pegue o câncer de mama no início”, ressalta Luciana Saito Massa.

 

O Paraná Rosa é um programa do governo do estado desenvolvido através da secretaria estadual de saúde (SESA), regionais de saúde e secretarias municipais de saúde. Devido ao cenário da pandemia da Covid-19, o programa vem realizando ações de forma não presencial, direcionadas à promoção de hábitos saudáveis de vida para mulheres, buscando a redução de doenças crônicas não transmissíveis, em especial ao câncer de mama. Em 2019, o Paraná Rosa passava em caravanas por diversos municípios do estado. 

 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca) em 2020, o Brasil registrou 66.280 novos casos de câncer de mama, só no Paraná, foram 3.470. Além disso, segundo dados de 2018, o câncer de mama é a primeira causa de mortalidade prematura em mulheres entre 30 a 69 anos.   

 

PREVENÇÃO:

O Paraná conta com mamógrafos no Sistema Único de Saúde (SUS), distribuídos nas 22 regionais de Saúde, os testes são gratuitos.  A mamografia deve ser realizada a cada dois anos em mulheres de 50 a 69 anos, fora dessa faixa etária, o exame é recomendado somente para mulheres com sinais ou sintomas de câncer de mama, como nódulo, retração de mamilo e outros. 

 

A Secretária Municipal de Saúde Gabriela Sampaio anunciou no evento uma novidade solicitada há muitos anos pela população: a aquisição de um mamógrafo e tomógrafo. Ele será instalado no Hospital São Sebastião, possibilitando a realização dos exames para mulheres de Lapa e outras cidades da região. “Isso vai trazer muito mais conforto e comodidade para nossas mulheres, que hoje para realização devem se deslocar para outras cidades, isso faz parte também de um projeto pós-pandemia”, ressalta Gabriela Sampaio.

 

Sintonize na FM 95,9 e fique sempre informado. 

Foto: Prefeitura da Lapa.

COMENTÁRIOS