Projeto promove a sustentabilidade com esponjas
16/07/2021 10:29 em News

As esponjas, aquelas que você utiliza para lavar louça na cozinha, são consideradas inimigas do meio ambiente. Pesquisas apontam que são descartadas em média 360 milhões de esponjas domésticas no Brasil e que elas demoram, em média, 90 anos para se decompor na natureza.

 

A Engenheira Ambiental Alice Maurer Mendes destaca que a ideia surgiu após ter conhecimento do Programa Nacional de Esponjas Scotch-Brite, consiste em uma proposta de logística reversa, em uma parceria entre empresas Scotch-Brite e TerraCycle, transformando as esponjas em uma nova matéria-prima, chamada Pellet, que passa a ser utilizada em outros objetos, como bancos, vassouras, sacos plásticos e lixeiras. 

 

Para colocar a ideia em prática na Lapa,  Alice conta que gravou um vídeo no seu canal do Youtube “Alice no mundo da sustentabilidade” e compartilhou no grupo de empreendedorismo lapeano “Papo de Maria”,  “rapidamente a idealizadora Cleusa Piovezan me incentivou e criamos o primeiro ponto de coleta da Lapa, sendo na loja Casa na Árvore, e com isso, vieram outros pontos de coleta, fico feliz porque agora temos mais abrangência”.

 

Os pontos de coleta na Lapa são: Loja Casa na Árvore, Salão Loriane e a Mendes Auto Vidros, leve esponjas limpas nos estabelecimentos e em seguida destinamos ao local correto. “A iniciativa de coleta das esponjas é uma atitude simples, mas que promove um resultado transformador e positivo, como cidadãos podemos tornar a nossa cidade e nosso mundo mais sustentável, basta a atitude de transformação”, destaca Alice Maurer. Além disso, é possível substituir as esponjas sintéticas (verde e amarela) por esponjas vegetais, conhecidas como buchas.


Para saber mais sobre o Programa Nacional de Esponjas, clique nesse link: https://bit.ly/3wJFFT3

COMENTÁRIOS