Polícia prende menina que vendia drogas pelas redes sociais
01/02/2019 09:29 em Policial

Na manhã desta quinta-feira (31) as policiais Militar e Civil da Lapa realizaram uma ação conjunta no combate ao tráfico de drogas. Com apoio de um cão farejador do canil do Bope, os policiais cumpriram um mandado de busca e apreensão em uma casa no Jardim Cidade Nova, na rua Ivone Maria Chiamulera.
O mandado foi expedido depois que uma adolescente, Ingrid de Lima Santin, de 18 anos, chamou a atenção da polícia por conta de posts nas redes sociais. Através de aplicativos de celular ela anunciou ao menos duas vezes que tinha drogas para vender.
Os posts chegaram até o conhecimento da Polícia e a Justiça emitiu um mandado de busca na casa da garota.
A operação aconteceu hoje às 6h30 da manhã. Policiais civis e militares foram até o local e tiveram que arrombar a porta da casa. Ao entrar no local foram visualizadas substâncias análogas a maconha cortadas e embaladas, prontas para a comercialização.
Nas buscas, com o apoio do cão farejador, foram localizadas várias outras substâncias ilícitas, como maconha, crack, cocaína e ecstasy, além de uma arma de fogo.
A moça e outros quatro rapazes Allan Eduardo Collaço dos Santos (18 anos), Thiago Padilha Colaço (23 anos), Luiz Felipe Mendes (18 anos) e Rodrigo de Jesus dos Santos Dias (20 anos), que estavam na casa no momento, foram presos e estão à disposição da Justiça.

Presos podem ter relação com homicídio
Segundo o Delegado de Polícia da Lapa, Dr. Vinicius Fernandes Maciel, o trabalho operacional executado em operação conjunta nesta manhã também teve origem em investigação da Polícia Civil que apura o homicídio de Cristiano Campos Ferreira. Averiguou-se, até o presente momento, que a vítima, entre os dias 16 e 17 de novembro, foi visto pela última vez deixando a residência de sua mãe.
No dia 16/11/2018 registrou-se boletim de ocorrência, com base em denúncia anônima, informando que por volta das 05:00 horas, em um sobrado branco situado próximo à antiga pizzaria Angelina, dois suspeitos já identificados, mas cujos nomes serão preservados até a conclusão do inquérito, tentaram ocultar o cadáver de Cristiano Campos Ferreira no terreno ao lado do estabelecimento.
Ainda, segundo depoimento de um policial militar, no dia 15/11/2018 foi feita outra denúncia anônima no telefone 190, informando uma ocorrência de disparo de arma de fogo nas imediações da mesma pizzaria. Entretanto, inicialmente, os militares não identificaram qualquer distúrbio.
O corpo de Cristiano Campos Ferreira foi localizado no Município de Campo do Tenente, nas águas do Rio da Várzea, nas proximidades da ponte metálica da rodovia estadual PR-427. Após trabalho pericial, identificou-se o cadáver pela análise da arcada dentária. Ainda, constatou-se que o corpo encontrava-se amarrado por uma corda na altura da cintura, indicando a intenção dos homicidas de ocultar o cadáver da vítima.
Segundo investigações da polícia, a arma encontrada nesta manhã durante a operação na casa no bairro Cidade Nova é a mesmo que teria sido usada no crime contra Cristiano.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!