O caminho do alimento
21/01/2019 11:55 em Agricultura

Lapa é destaque pelo número de agricultores familiares que oferecem produtos de

qualidade à população

Mãos hábeis plantam, cuidam e colhem o alimento que estará nas mesas das famílias
lapeanas. Cidades como a Lapa, que possuem boa parte da população no meio rural,
levam vantagem quando o assunto é alimentação saudável, frescos e de qualidade. Com
uma área 2.098 km² de extensão territorial, grande parte produtiva, agricultores
familiares dedicam-se ao plantio de hortaliças e a produtos agro industrializados com
excelente aceitação no mercado regional.
A comercialização acontece na tradicional Feira da Agricultura Familiar, sempre ás
quartas (na Praça General Carneiro) e aos sábados (na Alameda David Carneiro), em
estabelecimentos comerciais ou distribuídos em grandes centros consumidores.
O caminho mais curto, a proximidade com os produtores facilitando a logística e a
possibilidade da aquisição direta são fatores que fazem com que o consumidor tenha
acesso fácil aos produtos com bons preços.
Agroalves:
Na região dos Alves Cardosos, os agricultores, organizados em sistema agroecológico,
produzem alimentos orgânicos com a garantia de entrega da colheita em programas
governamentais como Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e o
Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). São abastecidas pelos programas
entidades socioassistenciais, escolas e CMEIs Municipais da Lapa.
O agricultor Antônio Marcos Ruchinski produz uma grande variedade de alimentos em
sua propriedade e está satisfeito com a rentabilidade “planto aqui couve flor, brócolis,
repolho, beterraba, alface. Dá para manter a família, tanto que pretendemos aumentar o
plantio”, comentou. A sua esposa Adriane destacou o grande valor de uma alimentação
mais adequada“ principalmente na merenda escolar, onde as crianças consomem um
alimento mais saudável. Isso me dá muito orgulho”. Ela lembrou também da
importância da Engenheira Agrônoma da Secretaria Municipal de Agropecuária e Meio
Ambiente Catherine Machulek no apoio técnico dado aos agricultores.
Cooperada da Agroalves, a senhora Roseli Figura produz na região do Caracol uma
grande variedade de hortaliças e explica que “a rotação da cultura é muito importante
para o desenvolvimento das plantas”. Ela também se diz satisfeita com a renda obtida na
venda e lembrou do acréscimo de 30% no valor do produto pela certificação de
orgânico.
Embutidos:
Na Comunidade do Capão Bonito, o senhor Roberto Steklain representa o que há de
melhor na eficiência da agroindústria. A partir da carne suína que é produzida na
propriedade, ele desenvolve toda cadeia até oferecer o embutido defumado ao
consumidor final.

Os produtos levam o nome da Lapa à toda região. Hoje, a propriedade gera 7 empregos
diretos além da família do senhor Roberto e de seus filhos que colaboram no
agronegócio. Somente de linguiça são 3 toneladas produzidas por semana.
Dados da agricultura e da pecuária na Lapa:
Catherine Machulek, Engenheira Agrônoma da Secretaria Municipal de Agropecuária e
Meio Ambiente disse que segundo dados oficiais do Senso Agropecuário de 2017, o
Município da Lapa produz 130 mil toneladas de soja, 50 mil toneladas de milho e 13,5
toneladas de feijão, considerado o segundo município em produção do feijão preto.
Na horticultura são 21,4 mil toneladas de batata, 1,050 alqueires dedicados à
olericultura com destaque para o crescimento do cultivo orgânico. A Lapa também é
grande produtora de frutas de caroço.
Em relação a pecuária de corte são 2,7 mil cabeças de bovinos e 3,8 mil ovinos. Os
números comprovam a vocação do município para a agricultura e a pecuária e que o
homem do campo busca sempre o crescimento da produção em todas as cadeias
produtivas.
Dados do Departamento do Bloco do Produtor da Secretaria de Agropecuária e Meio
Ambiente apontam que hoje são aproximadamente 4 mil cadastros ativos no município.
Catherine lembra também que a Secretaria de Agropecuária e Meio Ambiente está à
disposição dos produtores para dúvidas, esclarecimentos ou orientações a campo. O
endereço é na Rua Treze de Maio, 1156 e o telefone 3622-2019.
Escondidinho à Lapeana
Baseado na abundancia dos embutidos produzidos na Lapa, o “cozinheiro de tropa”
Marcio Assad desenvolveu um prato a base de linguiça defumada. A história da receita
será apresentada neste sábado (19) no Programa Negócios da Terra, pelo SBT às 08:00
horas.
Confira a receita:
Ingredientes:
1 kg de mandioca cozida e moída;
1 copo de requeijão cremoso;
1 volta de linguiça Lapeano;
1 cebola média picada;
1 colher de azeite.
Modo de preparo:
Cozinhar a mandioca depois moer e misturar na massa o requeijão, destrincha a
linguiça, refoga com a cebola, faz uma camada da massa e recheia com a linguiça
refogada e depois cobre com a massa. Finaliza com queijo mozzarella por cima e
coloca para gratinar 10 minutos.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!